Capítulo 16 – COLOCAÇÃO PRONOMINAL

01 – C

02 – A

03 – D

04 – E

05 – E

06 – D

07 – A

08 – D

09 – C

10 – B

11 – C

12 – E

13 – C

14 – B

15 – D

16 – A

17 – E

18

a)      Existem duas explicações, ambas igualmente corretas:

1)      Usa-se ÊNCLISE, com frases iniciadas por verbo.

2)      Usa-se ÊNCLISE, com verbos no imperativo.

b)      Há dois marcadores textuais indiscutíveis que permitem concluir que o autor do texto privilegia a forma típica da fala, a saber:

1)      As orações contidas nas orações adversativas (no poema, introduzida pelo conectivo MAS) possuem maior peso argumentativo na estratégia persuasiva do enunciador.

2)      O autor, por meio da oposição, deixa implícito que quem não se vale da colocação típica do português do Brasil não deve ser considerado “o bom negro e bom branco / Da nação Brasiliera”.

19

a)      Na construção Seja eu! tem-se sujeito oculto desse verbo no imperativo, e a função desempenhada pelo pronome eu, não fere a variante culta do idioma.

b)      Na construção Molha eu!, em função da transitividade verbal, o pronome reto está empregado em desacordo com a variante culta. Nesse caso, deve-se utilizar o pronome átono, ou seja, adequando à variante culta, o verso seria molha-ME.

20 – E

21 – D

22 – D

23 – E

24 – C

25 – A

26 – A

27 – C

28 – C

a)       não haveria limites para a atividade humana = não haveria-os.

b)       detonando a questão das mudanças do clima = as detonando.

c)       as principais produtoras criaram um sistema conjunto = criaram-no.

d)       para aumentar a eficiência de hardwares e softwares = aumentá-los.

e)       e promover a reciclagem = lhe promover.

29 – C

a)       ou de dominar o pincel = de dominá-lo.

b)       analisa a noção de beleza = a analisa.

c)       buscam uma ideia fundamental = buscam-lhe.

d)       envolvem ideias, teorias e hipóteses = envolvem-nas.

e)       teria influenciado a pintura = tê-la-ia influenciado.

30 – E

31 – B

32 – D

33 – B

34 – A

35 – B

36 – C

37

“Ana, amanhã LHE FAREI uma visitinha e CONTAR-LHE-EI / LHE CONTAREI tudo o que sei a respeito dele. ESPERE-ME às 9 horas e não me faça esperar muito, por favor.”

38 – A

39 -  C

40 – D

41 – A

42

a)      Em nenhum texto ocorre a MESÓCLISE

b)      Usa-se a próclise quando o verbo está antecedido de palavras atrativas> Em Bilac, as formas verbais arrojes e exiles estão antecedidas de negativa.

43 – No verso “Não é que gera-se”, segundo o padrão culto da língua, dever-se-ia usar a próclise, uma vez que a forma verbal gerar está antecedida de atrativa; no caso, uma conjunção subordinativa.

44 – A

45 – E

46

a)      A colocação de pronomes oblíquos átonos.

b)      A mesóclise é tão rara no português do Brasil que o personagem a confundiu com um nome próprio.

47

Tornar-me-ia escritor

48 – B

49 – E

50 – 08

51 – A

52 – E

53 – B

54 – C

55 – C

56 – D

58 – E

59 – E

60 – C

61 – B

62 – C

63 – C

64 – D

65 – B

66 – D

67 – B

68 – A

69 – B

70 – D

71 – A

72 – E

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 127 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: